«

»

set 13

|| 17º FESTIVAL PRIMAVERA DE TEATRO ESTUDANTIL

Encerramento (27/09)
Clube Literário e Recreativo de Cambuí
Fotos (c) Leandro Fabrício

A Ratoeira (26/09)

 

 

Brasil em cena (19 e 20/09)

As apresentações do 17º Festival Primavera de Teatro Estudantil, que aconteceram nesta terça-feira e quarta-feira foram montagens, realizadas pelo grupo Catarse, de pequenas peças de autores nacionais, batizado de “Brasil em Cena”.

O grupo, formado por estudantes da Escola Estadual Antônio Felipe Salles e com direção da Professora Neusa Maria, apresentou um trabalho bastante eclético, que passeava pelo teatro, em pequenos esquetes hora dramáticos, hora cômicos; a música; poesia e a dança.

Na terça-feira apresentação foi direcionada aos alunos do Colégio e no segundo teve uma presença maior de um público mais diverso, lotando a casa nos dois dias.

Nesta quita-feira a apresentação ficará por conta do grupo Verso e Reverso, com a apresentação do musical “O homem de La Mancha”, às 20h no Teatro do Paço. O encerramento acontecerá no próximo dia 27, quarta-feira, no Clube Literário, às 20h.

Pluft, O Fantasminha (15/09)

Na última sexta-feira, 15, o 17º Festival Primavera de Teatro Estudantil apresentou ao público a peça “Pluft, O Fantasminha”.
A peça, escrita por Maria Clara Machado, é uma adaptação do Grupo Mário de Andrade, sob direção da Professora Neusa Maria, e conta a história do rapto da menina Maribel, pelo malvado pirata Perna-de-pau.

Escondida no sótão de uma velha casa, ela conhece uma família de fantasmas e faz amizade com Pluft, um fantasminha que tem medo de gente.

Nesta terça-feira, 19, o Festival apresentará Pequenas Peças Brasileiras, com o Grupo Catarse, no Teatro do Paço a partir das 20h.

FEIURINHA (13/09)

Nesta quarta-feira, 13, aconteceu no Teatro do Paço o segundo dia o 17º Festival Primavera de Teatro Estudantil, que apresentou a montagem “A Feiurinha” uma adaptação da obra de Pedro Bandeira “O Fantástico Mistério da Feiurinha”.

A obra faz uma releitura dos contos de fadas tradicionais, levantando questionamentos que surgem nas fábulas, como os finais felizes, felizes para sempre e o que acontece com as histórias e seus personagens quando se fecha um livro.

A montagem foi realizada pelo Grupo Cacilda Becker, formado por alunos da Escola Municipal Joaquim da Silva Oliveira, assim como ex-alunos convidados pela Professora Neusa Maria, que dirigiu o espetáculo e organiza o festival.

O Festival Primavera de Teatro Estudantil é uma realização do Departamento de Cultura com a Secretaria de Educação.

A BRUXINHA QUE ERA BOA (13/09)

Nesta terça-feira, 12, teve início o 17º Festival Primavera de Teatro Estudantil, evento organizado pelo Departamento de Cultura, com o apoio da Secretaria de Educação de Cambuí, evento que já se tornou uma tradição cultural em nosso Município e a cada ano vem nos surpreendendo cada vez mais.

Sob a direção da Professora Neusa Maria, o Festival aproxima a Cultura da Educação, criando nas escolas do Município um ambiente inspirado, onde a arte é o combustível para a criação da fantasia, uma ferramenta de socialização de aproximação de universos até então distantes.

A estréia, que marcou como sendo o 150º espetáculo da Professora Neusa Maria, se deu com a peça “A Bruxinha que era boa”, interpretada pelo Grupo Maria Clara Machado, formado por alunos das Escolas Municipais Lino Lopes da Conceição e Lázaro Maximiano Pereira.

Após uma breve abertura da Secretária de Educação Selma de Menezes o público pôde se divertir com a história de uma pequena bruxinha que queria ser boa como as fadas.

O festival continua sendo apresentado no Teatro do Paço, a partir das 20h até o dia 27 de setembro.

CARTAZ TEATRO 2017 A3 (3)