«

»

ago 27

Campanha de regularização da carteira de vacinação

foto_saude

O último sábado, 24 de agosto, o Prefeito de Cambuí, Dirceu Dias e Wandha Karine, Secretária de Saúde visitaram os postos do PSF e a Policlínica para acompanhar o dia de mobilização nacional da campanha de atualização da carteira de vacinação. Uma campanha do Ministério da Saúde em parceria com os governos estaduais e municipais.

A campanha, que irá até o próximo dia 31, visa regularizar as carteiras de vacinação de crianças de 0 a 5 anos, verificando se as mesmas já tomaram todas as vacinas necessárias, complementando os cartões faltosos.

Nesse período estarão disponíveis todas as vacinas do calendário regular, como a BCG, Hepatite B, Penta, Inativada Poliomielite (VIP), Oral Poliomielite (VOP), Rotavírus, Pneumocócica 10-valente, Meningocócica C Conjugada, Febre Amarela, Tríplice Viral (Sarampo, Rubéola, e Caxumba) e DTP (Difteria, Tétano e Coqueluche).

Para regularizar as carteiras de vacinação os pais devem procurar qualquer unidade do PSF dotada como sala de vacinação, não precisando, necessariamente, ser no bairro em que reside.

Em caso de perda da carteira de vacinação, deve-se procurar o PSF do próprio bairro, onde a criança possui um cadastro com as vacinas que já recebeu para que um novo cartão seja confeccionado.

Para Wandha Karine essa campanha é de grande importância para a saúde, pois através dela será possível verificar a situação da vacinação na cidade, detectando se há necessidade de se realizada uma campanha específica, caso haja muitos casos de vacinas ausentes nas carteiras.

A Secretária salienta também que a vacinação é a principal forma de proteção da criança, tornando-a imune a doenças que muitas vezes são fatais e que o quadro de vacinação brasileiro é o melhor e mais completo. Lembra também que a partir de setembro estará entrando no quadro de vacinação a imunização contra varicela (catapora), na vacina tetra viral – uma versão atualizada da tríplice viral – irá imunizar, em uma só injeção, contra sarampo, caxumba, rubéola e catapora. Essa vacina será ministrada em duas doses, a primeira quando a criança completar um ano de vida e a segunda aos quatro anos de idade.

Outra vacina que está disponível nos postos do PSF e na Policlínica é em prevenção à Hepatite B, doença grave, que ataca o fígado, um dos órgãos mais importantes do corpo humano e tem como principal fonte de transmissão o contato sexual. Só no Brasil, dois milhões de pessoas sofrem da forma crônica de hepatite B, o público dessa vacina é de homens e mulheres de até 49 anos, em que são ministradas 3 doses ficando a pessoa imunizada pelo resto da vida.

Link permanente para este artigo: http://www.prefeituradecambui.mg.gov.br/campanha-de-regularizacao-da-carteira-de-vacinacao/